terça-feira, 25 de novembro de 2008

Big wheels keep on turning

Acordou com a cara amassada, o cabelo desgrenhado, o pijama largado. Verdadeira visão do despojamento. Noite longa.
Saiu do quarto e deu de cara com ele. Cara nova, desconhecida, meio rebelde. Ficou com vergonha, queria enfiar a cara na terra.
Conversaram, ela na defensiva, ele pra baixo. Algo meio desconexo.
De noite, ele num canto, ela chega, oferta uma bebida, e ele sorri, em sua homenagem.
No final da noite, terminam (ou começam) na mesma sala, dançando uma música antiga, pensando suas próprias falhas.

*Ok, eu assumo: sou corrospética!
Deixei o Diversas às moscas, shame on me!
Mas gente, tá tudo tão louco por aqui, tô tão numb, que mal encontro tempo de lembrar como eu me chamo. Ainda mais contar 101 coisas sobre mim ou cocatenar pensamentos diversos. 
Porém, contudo, entretanto e todavia, hoje pagarei meus pecados, e só levanto depois de comentar nos blogs. 
Tenho dito.

16 comentários:

Jaque Lima disse...

e eles começaram de novo. assim como você. que deixou-nos na companhia de sua ausência. por várias razões. mas de certa forma. faz parte. o mundo não pára pra gente descansar um pouco. que coisa doida!!!

beijos!

João Pereira disse...

Então e a menina anda por onde? :)

minicontosperversos disse...

então, rolou?

Nem Li disse...

Otimo recomeço!

Troll disse...

Hahahahahahahahahaha! Bem-vinda de volta, como sempre, e não se preocupe, não pretendo parar de vir visitar esse seu cantinho, sempre tão aconchegante.

Beijos, muitos.

Monday disse...

com o tempo as coisas se acalmam e sobra um pouco de horas pra vc por a vida em dia ...

já conseguiu até fazer o 101 ...

ah, grato pelo coment lá no blog da Patroinha

Zunnnn disse...

agora entendi sua visita por lá...rsrs

Mas então...
Realmente essas cenas da vida..rs são bem tipicas, mas transcritas e pensadas... soam e destacam algumas reservas ainda... que hj em dia seriam até.. inocente...

e sobre seu comentario. obrigado.
e ah... post novo lá.

faz tempo que nao conversamos mesmo..
esta tudo bem?

Abraço

MELISSA S disse...

Ah, dançar junto... Tão bom, não? Não sou dessa geração da música lenta, mas de fato tinha lá a sua graça. Hoje em dia, pra matar essa saudade do tempo que não vivi, eu vou à gafieira. Ao samba, à salsa, ao que houver para se dançar a dois. Como seu texto transparece uma dança dá uma graça a qualquer história que se tenha. Beijos!!

Aline Dias disse...

Eu imagino nós duas documentando alguma noite ao amanhecer. Seria cômico.

vitoria disse...

Adoreii o texto!!
muito legal!!
beijoss

Pavón disse...

Mudanças são sempre cheias de loucuras, mas nao se preocupe Taynar.. aproveite esse país maravilhoso que estás e a todas as novidades que a vida lhe trará.

Beijos

Aline T.H. disse...

=) Espero que tudo seja meio mágico, apesar de você ainda estar meio que bambeando ao andar. E será, sim.

Beijos, baby. E TE JOGA, por favor! =oD

plinio fraga disse...

te adoro, peq. não se esquece de mim por que tu estas fazendo muita falta.

Conde Vlad Drakuléa disse...

Flap!Flap!Flap! Pousei...

Welcome back! Excelente texto, e nada temas, lembre-se, nosso medo é nosso pior inimigo...
Grande beijoca do conde, voei, Flap!Flap!Flap!

Flávia disse...

Agora tu conta pra mim o que é corrospética, Tay?

As provas foram super bem, graças a Deus e à nossa Naza... agora é esperar, e tocar onde der. Dia 6 de janeiro faço aqui no HUJBB. Empobreci horrores, mas por uma boa causa, rs...

Dê notícias de Aveiro, sim?

Beijos!

Sérgio Gillet disse...

Uma pergunta: o que diachos significa "corrospética"?