segunda-feira, 11 de maio de 2009

I dig my toes into the sand

Eram pras perguntas sem respostas certas que ela queria esclarecimento.
Ou talvez, quem pode saber, não.
Talvez fosse bom deixar a ponta do fio solta. Poderia roer, estragar. Claro que poderia.
Mas também poderia enroscar em alguma besteira pelo caminho, fazendo com que se tenha de parar, e olhar e ver.
Pra que buscar solução pra tudo? Já existem tantas verdades absolutas que são falsas. Qual o sentido de buscar outra?
É tão clichê dizer que sempre haverão perguntas. A graça está na convivência em harmonia (clichê também!) com o fato de que nunca se sabe ao certo.
É como ir à uma cartomante. É bom saber que o futuro não será feito só de combates, e sim, haverá riso, e até viagens. Mas onde fica a excitação da surpresa?
É questão de deixar a porta aberta.
Vai que entra a tal da luz?

9 comentários:

Fernando R. Silva disse...

Também gosto de pensar que talvez, vá que a luz entre. Mas estou tão cansado de esperar...tão cansado.

Tenho pensado em fechar a porta, porque acho que a luz não entraria mesmo. Mas ainda não cheguei ao veredito, então, vou deixando-a aberta. E alimentando uma falsa esperança de, quem sabe, a tal da luz não entre?

Paloma Flores disse...

Nossa, que texto lindo!
Realmente, também acredito que existem muitas verdades absolutas que são falsas. A gente acredita em tanta coisa hoje em dia que acaba não analisando a fundo a verdade em cada uma delas...
Bjos!

Mirna disse...

Amei


posso deixar a porta escancarada pra ver se a luz entra =]?

Paulinha* disse...

a minha porta está aberta ha algum tempo, e talvez a luz tenha chego!!
é, caiu no meu colo e eu agarrei..hehe

Homem do Cafezinho disse...

Oi Menina, sumi, né!?!? É, eu sei, mas blog é aquela coisa, né: quem nunca deu uma abortada não sabe o que é escrever.

Falado em perguntas sem respostas e verdades falsas justamente pela garota verbo?!?!?!

Engraçado como existem vários jeitos de dizer o mesmo assunto. Deve ser por isso que alguns insistem que existe 'a MINHA verdade' e 'a SUA verdade'. Quem sabe não seja assim mesmo....

Mas ó, tem café novo. Prova lá!!!

Jaque Lima disse...

é por isso que eu me simpatizo com o ontem. e amo o hoje. meu agora é tudo que tenho. amanhã não sei. e como posso me apaixonar por algo que não conheço? Pois é, não posso. tenho medo do que desconheço. deixa o amanhã chegar a ser meu hoje. aí as coisas passam a ter sentido.

Confuso né?

beijos bonita!

Diego disse...

O sentido da busca é que a busca te dar motivo para continuar andando, sem uma busca não há mais o que fazer, mesmo que isso nos leve ao um circulo vicioso

Extase disse...

O sentido da busca é que a busca te dar motivo para continuar andando, sem uma busca não há mais o que fazer, mesmo que isso nos leve ao um circulo vicioso

Extase disse...

O sentido da busca é que a busca te dar motivo para continuar andando, sem uma busca não há mais o que fazer, mesmo que isso nos leve ao um circulo vicioso