sábado, 21 de março de 2009

You girl is lovely, Hubble

Eu sempre tenho que dizer o mais difícil, eu sempre tenho que dar o passo mais pesado.
E isso me cansa tanto.
As coisas só deveriam ser mais viáveis, às vezes.
E isso tudo é um saco.

10 comentários:

Anna Bueno disse...

Tay,
Não diga, olhe, às vezes o olhar fala mais que mil palavras. Não dê o passo mais pesado, flutue...No início é difícil, mas depois vc acostuma e os outros tb começam a esperar menos de vc.
Bjos

BelaCavalcanti disse...

Ai, eu AMO, AMO esse filme!

Cap. Nascimento disse...

Me diz que graça teria se a vida fosse facil, bonita?

nenhuma. A vida seria um marasmo e sinceramente nem dariamos valor. Mas insisto na premissa de que o fardo que carrega nas escolhas é justamente pelas suas escolhas.

Beeeeeeijo no coração!

Heber disse...

Pois é, me matou de curiosidade, agora. uhahuau

Heber disse...

Tô seguindo, viu?

Ruberto Palazo disse...

Já tentou abrir as asas e voar?

Beijos

NiNah disse...

É Taynar também acho um saco!
Bjo

Cogumela =) disse...

As vezes o caminho mais próximo para a casa da vovó tem lobos e solidão medonha.

Achar um saco, é um saco!

abstraia! ^^

beijos, guria!

Dani Antunes disse...

"Eu sempre tenho que dizer o mais difícil, eu sempre tenho que dar o passo mais pesado.
E isso me cansa tanto."

Isso NOS cansa.

Tava com saudades daqui. Depois de uma sumida dos blogs alheios eu tô de volta.

Bjinho, querida!

Fernando Ramos disse...

Welcome to adult life. :)

Não é só contigo, Tay. Mas digamos que, se falas afetivamente, é realmente um saco, um fardo, um pesar e enfadonho sempre ser o primeiro a buscar alternativas, a resolver, a correr atrás... Nesse contexto, seus versinhos são lindos.

Beijocas!