quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Still I must invite

Me pegue.
Mas me pegue devagar, sem pressa. Como se pegasses um livro antigo, de rara edição, cujas folhas guardam algumas marcas do tempo, e prometem aventuras inéditas.
Mas ao mesmo tempo em que me pegas com adoração, me pegue com vontade. Como se meu corpo fosse o líquido, que encerrasse a tua sede, saciasse a tua alma, e não houvesse mais tempo para esperar.
Me embale.
Como se ouvisses uma música secreta, audível apenas aos nossos ouvidos, e que contasse a história de um grande guerreiro de outrora.
Mas me embale como se não houvesse música. Como se aquele silêncio de cúmplices fosse suficiente para cantar nossa noite.
Me olhe.
Mas me olhe no fundo. Como se minha íris fosse um poço profundo, que ora refletisse um verde-amarelado, ora um caramelo-dourado, e toda hora tivesse que ser vista com mais atenção.
Mas me olhe direto. Deixando claro o teu desejo, a tua vontade, afim de que eu sentisse aquela fisgada dentro de mim.
Me siga.
Até que eu chegue onde não saiba mais como voltar, e não me permitas mais olhar para trás.
Mas me leve, para que nunca esqueça que posso me perder sem medo, porque estás aqui, cavalgando comigo.
Me toque.
Como se minha pele fosse seda, e tuas mãos calejadas das lutas necessitassem do conforto que ela traz.
Mas pegue prevenido, como se nela estivesse o fogo da fornalha, que forja tua armadura, mas que encerra a tua espada, e fosses bravo o suficiente pra não te queimar.
Me sinta.
Para que eu tenha certeza que estiveste comigo o tempo todo, subindo, descendo, perdendo os sentidos, encontrando o fundo, até o final. E para que eu saiba que este tenha sido só o começo.
E quando eu sentir que acabou, me pegue novamente, e faremos a velha centelha voltar a queimar, até o amanhecer.


* Final de semana. No work. Maravilha!

E como canta a música: Vou sair pra ver o céu, vou me perder entre as estrelas...

Aproveitem, pessoas ;)

34 comentários:

Jhennifer Cavassola disse...

Se apaixonou essa semana?? hã? em? cuma? rsss

"So if you want me
You better knock me down
Cause i ain't easy
And this ain't hallowed ground"

Beijos querida :)

canseidexuxu disse...

LINDO! Que texto maravilhoso!

De onde veio essa inspiração toda?

Nossa, vou ler de novo!

Beijos!
Xu

Zunnnn disse...

rs...
eu achei o texto extremamente tres coisas...
exótico, egocentrico e muito erótico..
mais principalmente.. achei o afago fisico transpasado à alma...

se viajei me desculpe..rs mais se cheguei lá...
bom..
muito bom...

Viva a intensidade!

abraço

Ps: sobre seu comentario no ultimo post...obrigado

valeu

O Profeta disse...

Olhos brilhantes maré tardia
Cabelos rebeldes em desalinho
Pés descalços no, frio barro
Um berlinde atirado ao caminho

Um bando de alegres pardais
Ou um domador de tempestades
Apenas um pássaro charlatão
Dividindo o pão em metades


Vem mergulhar nas águas do sonho de capitão do Calhau


Bom fim de semana



Mágico beijo

Bem Resolvida disse...

affff

vou ter que mandar esse texto pra sexy nerd!!!

espero que aproveite o seu tbm, linda!!
o meu vai ser ótimo. amanhã chega minha cama nova!!! Amanhã mesmo vai ser estreiada!! afffff

bom fim de semana!!!

Zunnnn disse...

Dic. Michaelis

egocêntrico
e.go.cên.tri.co
adj (ego3+centro+ico2) 1 Que considera seu próprio eu como centro de todo interesse. 2 Aplica-se à obra, cujo autor é o centro e principal ator. 3 Med Qualifica o doente mental cujas idéias todas se centralizam nele mesmo. Antôn: alocêntrico, heterocêntrico.

Bom...rs então...
ou vc acha que eu não percebi?
rs
Ali era o prazer dela que estava em volga... então... rs

riu disso, pq?
rs

acho que agora deixei mais claro..rs

abraço

Aline T.H. disse...

Lindo, lindo, lindo. Demais mesmo. Você me deixa sem comentários, menina!

Beijos enormes e aproveite BEM o findi, querida! =*

carolbiasucci disse...

que fofooooooooooo *.*

A-D-O-R-E-I ! !

Zunnnn disse...

ah.. que legal! -.- !
eu tentei, tentei e não acertei?
Hum... DROGA!
rs

da proxima eu prometo me esforçar mais... se nao conseguir de novo..
vou começar a falar que seu texto é legal..rsrs

Queria saber que intenção, entao..
Diz!
Não seja cruel....

abraço

Homem do Cafezinho disse...

Olha, tentei comentar, acabei fazendo um post....mas você merece....cada palavra

Como você consegue expressar sua alma e seus sentimentos....como parece-me que suas linhas antes deslizam do que correm pelo papel. Como consegue imprimir uma verdade etérea e indelével à tudo aquilo sobre o que versa, e que, antes de descrever, você poetisa as palavras e APESAR de serem "fragmentos desconexos do que você pensa", ainda assim você consegue fazer com que eles sejam a verdade imutável da vida, aquele ponto onde o que importa é o aqui e o agora, só existe suas muito bem traçadas linhas e a melodia suave e enebriante de sua gramática.
Depois de ler esse seu texto........ele, mais do que qualquer outro que eu já tenha lido (bom, no mesmo nível do que você fala sobre amizade, pra ser sincero) conseguiu descrever em palavras tudo aquilo que eu sempre senti. Me regozijo em saber que existem pessoas iluminadas assim como você que foram abençoadas com a capacidade de transmutar sensações em palavras, ainda mais agora que confessastes que escreves o que lhe vai à alma, esses são sempre os melhores, sempre gostei de ler (no que agradeço profundamente aos meus pais e à meu livrinho de banho) e sempre procurei ler tudo o que me caiu as mãos ou passou ao alcance dos olhos, poucas pessoas encontrei com tal presença em prosa, sabe aquela presença que te faz ser capaz de sentir exatamente aquilo q o escritor sentiu qdo escreveu,....por mais que "o poeta seja um fingidor que às vezes chega a fingir que é dor a dor que realmente sente" poucas foram as pessoas que me fizeram ter empatia por um texto, e entre todas tinham uma coisa em comum......a total e irrestrita falta de compromisso e comprometimento com seus textos, mas falta de comprometimento no melhor sentido possível e à essas pessoas eu sempre fiz questão de demonstrar, expressar e propagar meu apreço por suas linhas. Pode ter certeza então de que, se eu estou falando oq falo sobre seus textos é porque é tudo a mais perfeita e pura verdade sobre meus sentimentos, sabes como somos sinceros e o quão importante a sinceridade nos é...
Seus textos são antes de um passatempo ou uma leitura de entretenimento uma experiência instensamente profunda e que nunca desejamos que acabe mas que, pelo bem de nosso coração devemos um dia procurar uma vírgula, para que possamos voltar a respirar e submergir novamente em sua alma!!!!

Zunnnn disse...

me conta depois.. se o homem do cafézinho conseguiu te entender...
me conta...rs
tem uma janela bem alta aqui perto...
posso pular..rsrsrs

abraço

Zunnnn disse...

manual?
rs
cartilha de como se conquistar a rapadurinha?
doce.. mais nao é mole nao?
rs

ê se o homem do cafezinho saca..rs

abraço

Zunnnn disse...

e ah.. o que vc achou do post?
será que vai dar certo?
rs

abraço

Sargento Peixoto - O Monge disse...

Mais como Tenkai do que como Peixoto fica fácil de ler. Eu preciso do meu demônio interior para entender melhor certas coisas que as pessoas dizem sem pensar e ler através de palavras, carne, músculos, ossos e ver coisas.

Impressionante o que se pode ver quando se olha e com o par de olhos certos para cada situação, sair das ilusões de cores para o preto e branco e definir bem as coisas que apenas dá para sentir.

Houve uma breve pausa na continuidade daqui, pausa para pensamentos deconexos e viagens no meu multiverso paralelo, onde ainda existe o sonhar.

As vezes nos deparamos com obstáculos no nosso caminho que nos privam de certas coisas, caiosas quase que fundamentais, nos fazem olhar de volta para nossa vida e praguejar: "Por quê eu?", "Eu poderia ter feito diferente.", faz alguns dias que cheguei a uma conclusão final sobre tais coisas, se não fosse comigo, poderia ter sido com alguém que não aguentou a pressão, que poderia estar morta ou pior, fazendo algo aque se arrependesse, se tivesse feito diferente não teria sido eu, seria outra pessoa olhando para trás, fazendo perguntas diferentes, vendo um passado diferente, nossas escolhas nos definem, mostram quem somos, os pedaços quebrados no passado quando juntamos fazemos um espelho onde realmente podemos olhar a nós mesmos.

Dá muito trabalho e perde-se muito tempo definindo a coisa certa, quando as vezes só te sobrou a escolha errada e se ela é a única opção nem é tão errada, é mais como destino, séries de eventos desconexos que nos levam no final exatamente para onde deveríamos estar. Onde queríamos estar.

O cigarro pende agora no bolso, me chamando para ser fumado, o expediente acaba em duas horas e eu me recuso a trabalhar porque preciso de mais alguns suspiros de sonhos ou devaneios, a realidade é fria e no sentido literal da palavra, ao me distrair consigo esquecer este adverso físico do momento.

No momento eu quero ficar sentado na minha poltrona, degustando do meu hidromel, a armadura pesada que deixara diversas marcas em meus ombros enquanto me protegia dentro dela o fardo sobre eles era mais pesado, a espada clara como prata mostra apenas para os olhos de quem esteve com ela como melhor amiga as marcas do sangue derramado pelo caminho e o castelo erguido as custas de tanto trabalho no meio do fosso que eu poderia ter enchido com o suor de cada trabalho até estar sentado nesta poltrona.

É sexta, a semana foi dura, mas qual não é... Pelo menos acabou.

Tempo para descançar, logo começa de novo, mas nós todos viveremos para mais uma guerra.

As coisas que eu mais queria na vida, por Sargento Peixoto: Um telefone que quando eu quisesse um amigo ele tocasse à porta de meu santuário, uma cama quente que eu pudesse dividir a mesma pessoa que divide meu coração com meu filho, tempo para dar atenção a ele meu jovem garoto que eu tanto amo e falho ao não ser o melhor pai, uma arma pesada, munição infinita e licensa para matar, um copo cheio de whisky escocês que jamais fosse esvaziar e suprimento vitalício de cigarros, uma boa noite de sono, ouvir um eu te amo sincero de alguém que eu pudesse corresponder.

Mas nos últimos dias acredito ter ganho uma amiga, por hora isso basta.

Bom fim de semana.

Tyr Quentalë disse...

Sem palavras, pois sei que um dia eu me senti desta mesma forma que vc escreveu.
Lindo Post.

Sargento Peixoto - O Monge disse...

De quê vale a vida sem um arsenal pesado??

Acho que o mal é que as pessoas demoram muito para entender que nosso lugar é exatamente onde estamos.

Quanto a seus desejos, eu devo acrescentar que sabemos que sentimos, se sentimos dor saberemos a hora que o prazer chegar e melhor quando chegar saberemos aproveitá-lo, logo acredite que pode sentir, você pode e deve.

Quando vier buscar, faço uma torta só pra você.

Sargento Peixoto - O Monge disse...

E pra saber isso é complexo, como se sabe que depois do arco-íris não é logo aqui, só não procuramos direito nosso pote de ouro.

Não queria ser nada, ser assim te define como a pessoa que você é e particularmente uma pessoa que eu gosto e consigo até me identificar bastante. Quanto a se jogar, basta saber que prendeu bem seu elástico e mediu bem a distância pra num dar de cara no fundo. Bungee Jump faz a vida ser boa. Mas essa coisa de tentar controlar tudo pode dar trabalho. As vezes é bom tirar as mãos do volante, fechar os olhos tirar os pés dos pedais e ver ond vai parar.

Pode cobrar.

Zunnnn disse...

"entendeu que eu não tento escrever um texto pensando em simetria, palavras bonitas, coisas que agradem.
Eu escrevo um texto pensando em mim, no que sinto, no que quero."

por isso nao foi nada egocentrico?
aaaaaaaaaaaaa
rs
ta bom..

e obrigao pela opiniao do texto..


abraço

Sargento Peixoto - O Monge disse...

Bom, sempre veja pelo lado bom da coisa: Hoje você pelo menos já ganhou flores.

Quanto a acreditar, não vou fazer mais comentários, nem preciso e acho que entendeu. Hoje está sendo um ótimo dia, a compania ainda ajuda bastante.

Ah, se bater no muro o seguro cobre.
E é complicado saber quando se jogar né? Como definir sentimentos e saber exatamente, eu sou kamikaze como o digníssimo capitão dizia, na dúvida eu pulo.

Sargento Peixoto - O Monge disse...

Comuns demais e como disse previamente, odeio coisas comuns.

Quanto a hora do vamo ver, eu espero ansioso pra ver o que te dá na telha.

Se cair, te faço massagem.

Infelizmente 18h é meu toque de recolher, mas hoje eu vou pra casa, derrepente se continuar online continuamos nosso devaneio.

Zunnnn disse...

ahh entao deixa pra la...rs
nao adianta forçar...

abraço

MELISSA S disse...

Muito bonito teu texto, Taynar... Difícil alguém q entenda a forma de olhar, de tocar e de querer uma mulher... :)

Sargento Peixoto - O monge disse...

Bandida do meu coração, cheguei 16 minutos atrasados logo não pude fuder mais teu juízo como o fiz por todo o decorrer do meu vagabundo dia, boa noite e bom fim de semana.

Conde Vlad Drakuléa disse...

Pousei!
Taynar minha querida, que livro tu és? "Romeu e Julieta"? E esse líquido que encerra a minha sede e sacia a minha alma... Garota, tu sabes como conquistar um homem!!!
Que inspiração maravilhosa a tua, minha música secreta tu a escreves-te toda neste post estupendo!!! Bravo!!!
Beijos do conde e se te perderes entre as estrelas será normal pois és uma delas também!
Beijos novos, voei!

Gabriele Fidalgo disse...

Adorei!!
:)

Cyntia Taborda ") disse...

noossaa ;O
que profundo taaayy!!
caraaambaa!!

;*

FERNANDO RAMOS disse...

Nossa, hein, Taynar! Não sei se isto foi pura ficção. E se não o foi, depois detsa o caboclo morre do coração.

Ah, não dá pra negar que o teor erótico as entrelinhas é sutil e de deixar ouriçado. Parabéns!

Dúvida: porque teus título são sempre em inglês? Não que eu não os entenda e que tenha intimidade pra tal pergunta, mas é só gosto teu ou há algo por trás? :)

beijocas!

Cogumela =) disse...

Nossa!

Estou escrevendo uma aventura medieval entre uvas, velas e vinho. Cavalheiros com suas espadas e moças de vestido longo exalando amor, cultuando o amor e sentindo amor.

Ai, ai... belas palavras!

bom fim de semana!

beijo..

Cogu!

iara disse...

nossa taynar!
que lindo! mas de onde veio tamanha inspiração?

Nanda Nascimento disse...

Que texto envolvente, não dá vontade de parar de ler, a intensidade nos impulsiona e nos supreende a cada frase.

Um excelente domingo!

Beijos e flores!!

Bill Falcão disse...

UAUUUUUUU!!!!!!!!!!!!!!

~> Renan disse...



Como sempre adoro os seus textos!
Um final de semana de folga é ótimo não eh?
Relaxarrrr!!

Beijos e boa semana
;D

Lyn Monroe disse...

Menina! q texto mas lindo!
e faz tempo q nao damos boas risadas no tudo bandida! saudades!
espero q tenha tido um otimo fim de semana!
E uma otima semana tbem!
beijos!

o que me vier à real gana disse...

Isto é poesia, logo ------» Filosofia estética!
Gosto muito de vir aqui!