sábado, 8 de novembro de 2008

I guess that's what I get for wishful thinking

Eu nunca acreditei nesse papo de 'eu não estou pensando em nada'.
Sabe aquela coisa extremamente budista e zen, aquele fator X, que certas pessoas têm e que as permitem não pensar em realmente nada?
Pois é, pra mim, sempre foi pura balela.
Sou ligada, no mínimo, à 220w. No mínimo.
Minha cabeça sempre tem mil pensamentos. Alguns desconexos, outros certos, alguns doidos, outros mais pertubados ainda. Mas eu sempre estou pensando. Em alguma coisa, qualquer coisa. Doida, certa, incorreta, incongruente, sei lá. Qualquer coisa, anything, all things.
Então, quando alguém realmente me afirma que não está pensando, em nada... Nossa! Ganha uma fã. E olha que eu não sou de idolatrar. A não ser o Collin Farrel. Droga!
De qualquer forma, eu sempre disse que um dia passaria um mês no Tibete. No cume d'uma montanha. Me alimentando e tendo como companhia a minha llama. All by myself. Se eu não aprender a me acalmar, a ser mais serena, centrada (já disseram que meu dicionário nem tinha essa palavra), me darei como caso perdido, e me internarei.

É sério.
Um dia, eu aprenderei a não pensar.
A não pensar em coisas específicas que têm me deixado feliz e apreensiva, ao mesmo tempo. Ansiosa e culpada. Desejosa e perdida. E têm pessoas que vão entender isso, de uma forma, ou de outra. Há uma que irá acertar, e outra também. Mas talvez eu não queira ser entedida. Talvez eu queira um texto Lynch, vai saber.

Eu sei que estou sumida do blog. Sei que não atualizo e nem comento há eras. Mas a maioria das pessoas que frequentam aqui sabem o motivo. Tô de malas prontas (literalmente) pra mudar de vida. Então, as coisas tão corridas aqui. Tão corridas que mal tenho tempo de ser eu mesma, de fazer o que gosto e não gosto. Mal tenho tempo pra pensar no que não gosto. No que gosto...

E novamente, tenho usado o artifício de omitir. Ah, tá bom, de mentir mesmo.
Tenho mentido.
Me perguntam: como tu estás? Nervosa?
Eu respondo: Não, tô normal, não tô pensando em nada.
Vou eu desfiar o que passa pela minha cabeça? Pra quê?
Pra ouvir palavras batidas e clichês?
Desculpa, eu aceito as boas intenções, juro que aceito, mas não preciso delas. Elas não iram melhorar a forma como eu me sinto.
Poucas são as pessoas que o conseguem.
E eu acho que muita gente que entra aqui vai entender isso. As pessoas que olham a nossa casca, e entendem o nosso conteúdo.
Eu quero isso.

Então, enquanto eu como minha barra gigantesca de galak, ouço minha música e penso em trinta milhões de coisas ao mesmo tempo, eu desejo que vocês não estejam pensando em nada. Que consigam esse estágio de paz mental que eu invejo. Na boa.
E que, por favor, me contem como a gente alcança.
E mais uma: eu não estou triste, muito menos em crise.
Eu estou bem.
Só algumas vezes a gente precisa escrever....

Bom domingo, pessoas ;)

28 comentários:

Aline T.H. disse...

Meu estado etílico ontem à noite me fez apenas xingar. Coisa mais feia.

Ah, e quanto a pensar nem nada, eu acho praticamente impossível. Mesmo que o objeto do pensamento sejam lhamas rosadas com bolinhas roxas, elas estarão lá, não haverá o vazio total... Se você está bem, dentre mortos e feridos aí na sua caixola, beleza - fique nervosa, fique ansiosa, fique como quiser. E juro que nem perguntarei se você está bem!!

Beijos, linda!

D.Ramírez disse...

Feliz em vê-la por lá e obrigado pelas palavras..volte smepre será sempre muito bem recebida!!
Besos e bom domigno prá vc tbm!! e bom inicio de semana!!!!

Jú Carvalho disse...

Tô na mesma situação q vc colega.
pronta pra mudar, com a cabeça a mil.
e desejando mais do q tudo PENSAR EM NADA.

Pavón disse...

Eu sabia que tinha alcool nessas palavras, eu sabiaaaa.......rss

Nao gosto do silencio, do "não pensar em nada". Me chame de louco, nao ligo! Gosto de barulho, gosto de ouvir o barulho o silencio e a falta de pensar me assustam, mostram um vazio que ao invés de parecer claro e belo como dizem os "zens", soa para mim mais como escuro e frio.... mas como convivo com meus mil pensamentos atormentando dia e noite? Alcool é uma das soluções, mas costumo mesmo tentar organizá-los a se pronunciar um decada vez... mas eles insistem em ser mau educados, dificil controlá-los!!

Sabe... olhar para casca e enxergar o todo é quase impossivel, mas se vc der uma brecha podemos tentar te entender um pouco. Um pouco eu disse, pq completamente nem vc mesma irá conseguir...rss

Beijos

PS. Eu sei, eu sei... comentario longo, adivinha pq? vinho geladooooo.......rss

vida cotidiana disse...

Se você decobrir isso e não divulgar, vou ficar triste. Já tentei meditar, quando fazia yoga, o professor falava esvazie a mente, eu tinha vontade de rir, como é isso?Quanto mais eu meditava mais pensava, coisa doida. Agora tem épocas na vida da gente que pensar faz bem. bjs

Conde Vlad Drakuléa disse...

Ontem mordi e chupei o sangue de uma lourinha alcoolizada, resultado: hoje estava tri-de ressaca e tri-burrinho... Aliás, vou seguir teu exemplo e começar a postar depois de 4 doses de Porto... Não demora escrevo outro best-seller!
Beijos do conde bela Taynar! HIC!
Sorry about that, é apenas treinamento por enquanto...
Voei!

Flávia B. disse...

É o segundo post que leio hoje que parece ter sido escrito para mim. E olha que eu nem bebi.

Eu acho que t entendo. EU ACHO. Porque também não estou (mais) triste, nem em crise (a não ser com a minha incapacidade de racionalizar as coisas). Só estou de um certo jeito que não sei nominar, mas que preferia não sentir.

Enfim. Não bebi, mas deu vontade, rs :)

Beijos!!

P.S.: tô sem celular agora. Assalto. Quando tu viajas?

Jaque Lima disse...

Essa coisa de não pensar em nada é balela, ou no mínimo coisa de outro mundo. eu mal consigo me manter concentrada quando estou em silêncio, não-triste, e sem crise. Nem em plena felicidade, ou exultante calmaria. mas entendo que mudar de vida, causa maiores ansiedades, só lhe digo boa sorte, o que já é um grande clichê, mas que não deixa de ser incentivador!

Beijos e um brinde ao novo.

Fabio Fernandes disse...

Desculpe-me roubar todo o seu texto, mas parecia eu falando.. tirando pela parte do Galak, pq prefiro chocolate alpino.

Xô contar um "causo": Ontem voltei de viagem da casa da minha mãe, sabe como é né? Fim de semana de mesa lotada, toda a família, criançada correndo pra lá e pra cá. No caminho de volta pra casa as lembranças e tudo mais na cabeça, Pearl Jam no iPod e todos os pensamentos possíveis na cabeça. Policiais pedindo carona, parei pra dar carona, companhia pra 3 horas de viagem é bom. Quando entraram no carro, conversa vai-conversa vem. Eles policiais, eu analista de sistemas, skatista, páraquedista, ciclista, bodysurfer, surfista, bodyboarder, enxadrista, bateirista, violonista, amante de rapel, de rafting, moutain bike, com um livro do João Ubaldo Ribeiro no painel do carro (que estava tão sujo q parecia cinza ao invés de azul), e metido a escritor. Enfim, o quê quero dizer com isso? Minha cabeça tá no 440v, se não der vazão pra coisas construtivas FU-DEU! Às vezes, faltam horas no dia, faltam dias nos meses, falta tempo pra fazer tudo o quê queria fazer.

Agora, meus pensamentos loucos.. Melhor deixá-los pra lá.

Bjokas, e não sinta-se sozinha.

Bem Resolvida disse...

cara, eu tenho transtorno de ansiedade. Não consigo não pensar em nada tbm.
e enquanto vc come galak eu como laka!!

bjs!!

MELISSA S disse...

Saudade dos teus posts! Ontem eu perguntei ao barrinha: "O que vc está pensando?" Ele disse: "Nada". E eu: "Nossa, os budistas tentam isso durante anos a fio e vc conseguiu?" rs Olha, as pessoas pensam o tempo inteiro mesmo, normal. Qto à mudança na sua vida, fikei mega curiosa, mas n~çao vou te encher o sako. O importante é que vc mude mesmo e q seja MUITO, mas MUITO feliz. Vc é uma das poucas pessoas com quem eu me identifico nos blogs q frequento. Vou ficar triste se vc parar de postar com tantas mudanças q, provavelmente, ocuparão mto do seu tempo. Mas se vc tiver q sumir que seja pq está fazendo coisas mto boas. Beijos!!

Fernando Ramos disse...

Tay, o "leve teor alcólico" é uma sutileza, não é? :)

E por favor, me digam quais são estes posts sóbrios. Aguardo os links quando você achar. Daqui uns dez anos. Hehehehehe.

Fernando Ramos disse...

P.S.: ainda não li o texto. E creio que não o farei hoje. Mas volto sem dúvida pra lê-lo.

MELISSA S disse...

Nossa, Portugal é o MÁXIMO!! Vai pra Coimbra?
ps: Não deixe, de jeito NENHUM, de ir nos restaurantes da ribeira, no Porto... Tem um chamado Chez Lapin que fica numa espécie de calabouço que é td de bom. Fikei bêbada com os meus pais lá com tanto vinho do Porto. Cintra é linda na primavera e na boa, se vc for ao Cabo da Roca vai ver, provavelmente, o por do sol mais bonito da sua vida. Beijos

Monday disse...

acho que hoje é minha noite de andar na contramão: todos os comentários que fiz foram ao contrário do que falavam ... rsss
moça, não para de pensar não, isso faz mal pra saúde. tudo bem, quando você fica pensando de dia e sonhando de noite todo santo dia, sem parar, chega uma hora que dá até vontade de descobrir onde tá o disjuntor e desligar o sistema. mas no fundo, cabeça 220 não foi feita para ficar no vácuo não ...
só filtra um pouquinho, pra não dar vazamento tóxico!

MELISSA S disse...

Sabe q eu não me lembro se eles eram bonitos?? Eu me lembro que os madrilenhos e os romanos são mto bonitos!! Como vc vai estar do lado... Vê se posta umas fotos de lá!! Qdo vc vai? Bjs!

Viviane de Campos disse...

bom minha querida...
li os dois últimos posts e tive a impressão de ler coisas sobre mim...
primeiro porq alterada alcoolicamente me solto mais, e porq ando como vc...
não estou para mudar algo, na verdade estou em plena metamorfose...
adorei tudo o q li, e me fez sentir bem simplesmente por saber q alguém age e pensa como eu
tenho certeza q tudo dará certo, sempre dá no final, sempre. experiência própria, mas sempre , tb, esquento a cabeça com tudo
precisamos aprender a relaxar
bjs
e ah! q eu me lembre quase não tem nenhum post sóbrio no meu blog

Lekkerding. disse...

Eu penso em absolutamente nada às vezes...

...vdj... disse...

Não pensar em nada não faz parte da minha essência! Penso, logo estou louco!
Meu pensamento me leva pra onde eu quiser, desde a felicidade até a tristeza, passando pela fantasia, pelas nostalgias, pelos sonhos ainda não realizados e pelos mais profundos segredos.
Difícil é não pensar!

Saudações!
[]'s
.
.
.

Nanda Nascimento disse...

Minha cabeça também anda a mil, preciso me organizar para não surtar, custo a dormir pois meus pensamentos estão em guerra. *rs*

Beijos e flores!

Nem Li disse...

Realmente, você deve ser ligada no 220w. Vejo isso pelas "twitadas" que você da.

AHUiahiuahiau

...

Eu como sou um autista por opção, consigo "me desligar" e ficar "mais sussa".

Quase Trinta disse...

Invejo essas pessoas que dizem que conseguem não pensar em nada, minha cabeça é como um vulcão em ebulição.
Cheguei a ir a uma psiquiatra pra ela dar um remedinho pra fazer com que isso pare, mas até hoje nada resolveu. Nem dormindo ela essa minha cabecinha para.

Tia do Café disse...

Ai! Pra que pensar em nada? É tão bom estar com a cabeça cheia, nem que seja de pensamentos vazios e turbulentos. Isso nos torna, como posso dizer, NÓS! Somos esse turbilhão de pensamentos e coisas e palavras e imagens, independentes de significados e tempo. Somos nós, cabeça.

beijos e boa semana!

Nucifera disse...

Às vezes eu queria não pensar, mas aí, eu penso. Droga, nem tentando não pensar eu consigo não pensar. Saco. Queria descobrir como faz, sabe? Como fica? vazio? Eu fico com pensamentos vazios, mas não vazia de pensamentos... se descobrir como faz, me conta! Eu quero!
Beijos e boa semana!

Lyn Monroe disse...

Menina, nao vou nem falar p vc relaxar, pq com tanta coisa é mesmo impossivel! rs eu com muito menos ja nao consigo, como vc tbem to sempre a mil, pensando la na frente, em mil coisas, possibilidades, acontecimentos, tem horas q é enlouquecedor, mas faz parte do q somos.
se vc me dissesse q tava tudo tranquilo com tanta coisa acontecendo, ai q eu ia ficar preocupada! rs
relaxa, alias, nao relaxa! rs seja vc mesma! rs
vai dar tudo certo!
boa sorte p vc!
beijo gde!

Aline Dias disse...

ás vezes eu me dou conta que não estava pensando no nada no momento anterior o.O
isso assusta.

não fique sumida!

Fernando Ramos disse...

Gente, não é que a Taynar encontrou dois links de textos sóbrios e me encaminhou.

Tayzinha, me espantou a rapidez que encontrou os textos. Achei que você nunca os encontraria. Mas tenho certeza que só escreveu esses dois sem estar "levemente alterada" pra poder usar como desculpa quando eu fosse te perguntar! Hehehehe.

E digo mais: aposto que no seu computador há duas pastas com textos do Diversas Idéias. Uma com o título Bêbada e no outro está escrito Sóbria. Daí fica fácil de achar, na última pasta só tem os dois textos que me passou.

Agora, que invejo seu estado de espírito, invejo. Mas pela barra grande de Galak. Essa foi de doer!

E está de malas prontas pra onde por acaso? Ah, e me passa seu msn, ok.

Beijocas!

Maria disse...

Adoro este blog, p..arabéns.